Chama o Doutor Você Sabia?

Crioterapia. Entenda mais sobre essa técnica

A crioterapia é bastante conhecida e popular principalmente entre o público feminino, por causa de um processo em que se usa as baixas temperaturas dessa técnica, para alcançar uma significativa perda de gordura local. Isso acontece através de uma reação do organismo que ao ser levado a essas baixas temperaturas é obrigado a se auto aquecer, gastando um número elevado de calorias para não sofrer a temida hipotermia.

A Crioterapia é uma técnica que veio diretamente da França e apesar de ter ficado popular em nosso país, por esse auxilio na perda de gordura localizada, a técnica também é usada para outras finalidades trazendo inúmeros benefícios, inclusive para atletas.

Mas atenção: na prática nem sempre temos tanta facilidade no controle dos processos. A crioterapia causa uma espécie de choque térmico nos vasos sanguíneos. Com essa vasoconstrição, acontece uma redução substancial no volume total de sangue que passa pelo local e isso nem sempre é vantajoso em termos esportivos e fisiológicos. Ela promove a aplicação do frio, seja através de água, gelo, ou mesmo gás nitrogênio na parte do corpo lesionada, afim de remover o calor corporal, e diminuir a temperatura dos tecidos. Isso ajuda na redução das dores e, na teoria, promove um relaxamento da musculatura. Mas tudo depende do atleta, do tipo de lesão e da experiência do profissional que esteja aplicando a técnica, que nesses casos, deve ter vasto conhecimento sobre as diferentes maneiras de utilizar a terapia e o tempo em que deve fazer a aplicação nos músculos do paciente.

No caso de atletas de alta performance como jogadores de futebol, grandes atletas de corrida e outros esportes de impacto, estes até alcançam excelentes e rápidos resultados. A crioterapia é ótima técnica para recuperar a musculatura de forma imediata, após uma prova puxada ou treino mais longo, mas é bom deixar claro que não são todos os casos em que a crioterapia é de fato efetiva e proveitosa.

Procure um profissional capacitado e informe-se melhor sobre essa técnica e sobre todos os benefícios que ela pode proporcionar e os cuidados também que se deve tomar. #BrasilRun

Gostou? Clique aqui e leia também sobre a Eletroterapia e como ela pode ajudar em lesões e dores musculares.

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar o post

Newsletter

Publicidade