Chama o Doutor

Sinais que seu batimento cardíaco não anda bem

batimento cardíaco
Foto: Freepik

O batimento cardíaco varia de pessoa para pessoa, mas você sabe o que é considerado normal, e quando uma frequência cardíaca pode indicar que algo está errado com você? Se quiser saber acompanhe esse artigo até o final.  

Os ritmos cardíacos que são mais preocupantes se dividem em dois, o ritmo cardíaco acelerado, que é conhecido como taquicardia, que é definido por uma pessoa que tem uma frequência cardíaca acima de 100 batimentos por minuto e o outro que é o ritmo cardíaco lento, que é conhecido como bradicardia. Embora o nome seja estranho, ele indica uma frequência cardíaca inferior a 60 batimentos por minuto.

Tanto a taquicardia como a bradicardia que são conhecidos dos profissionais da saúde, inspiram cuidados e indicam uma condição de saúde subjacente. Se você está experimentando qualquer um dos dois é hora de se preocupar e procurar ajuda médica.

                                 Quando procurar um médico?

Um batimento cardíaco muito rápido ou muito devagar por um longo período, exigem que procure um profissional de saúde para uma avaliação médica, e indicação de tratamento.

Quando não tratados devidamente por um profissional da saúde, ambas as condições podem levar a uma variedade de complicações em sua saúde, que são bem graves, incluindo:

  • Coágulos de sangue;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Quedas de pressão, recorrentes de desmaio;
  • Parada cardíaca súbita.

Todo cuidado com a saúde é importante, por isso não deixe passar qualquer sinal de frequência cardíaca irregular acompanhada de alguns sintomas como com falta de ar, desmaios, tonturas, palpitações ou desconforto no peito não espere. Procure logo um médico!

                                              Para atletas de corrida.

Para os atletas e em especial os corredores, os profissionais de saúde indicam como normal uma frequência cardíaca de 50 a 100, quando estão em repouso, ou seja, fora de alguma atividade física, e 186 durante a atividade física.

E essa estabilidade cardíaca se dá devido ao estilo de vida saudável que um atleta geralmente leva. E se no cotidiano do atleta, ou durante a corrida, a frequência for acima do indicado pelos profissionais de saúde, procure ajuda para investigação do seu caso. Se cuide! 

Curtiu? Então leia aqui também outros artigos relacionados a saúde!

Conheça a Brasil Run Store e tenha acesso as melhores marcas nacionais e internacionais de suplementos e alimentos funcionais!

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar o post

Newsletter

Publicidade