Chama o Doutor Você Sabia?

Um core forte te livra da famosa e persistente dor na lombar

Existe um novo estudo que examinou as causas da dor crônica nas costas em corredores e revelou os exercícios que poderiam ajudar a prevenir isso. Publicado no Journal of Biomechanics, a pesquisa do Centro Médico Wexner da Universidade Estadual de Ohio (EUA), sugere que são músculos profundos que colocam corredores em maior risco de desenvolver a popular dor lombar. E, parece que os músculos do core da maioria das pessoas estão longe de serem tão fortes quanto deveriam ser.

A tecnologia usada nesse estudo, permitiu que os pesquisadores analisassem como cada osso se move e quanto de pressão é colocada em cada articulação antes de usar a simulação praticamente de “desligar” certos músculos e observar como o resto do corpo compensa. Curiosamente, eles descobriram que os músculos fracos do core forçam os músculos superficiais como os abdominais a trabalharem mais e a atingir a fadiga mais rapidamente. E, quando esses músculos superficiais estão fazendo todo o trabalho é quando a dor ocorre, porque isso aumenta a carga em sua coluna que leva à dor lombar.

Os pesquisadores também explicam que os exercícios tradicionais como abdominais ou extensões nas costas não lhe proporcionam o core forte que você precisa para ser um melhor corredor. Em vez disso, disseram que exercícios como a prancha (os minutos mais longos da vida), que se concentram na estabilização do nosso core são os mais eficientes.

E outro fator importante é que não devemos focar em conseguir a barriga tanquinho apenas. Se você reparar bem, os melhores corredores geralmente não têm os quadradinhos mais definidos e aparentes, mas tenha certeza de que seus músculos são muito adequados.

Em resumo, os exercícios estáticos que o forçam a despertar o seu core para a vida e manter seu corpo no lugar, sem ficar chacoalhando, são o que realmente vai fazer de você um corredor melhor. #BrasilRun

Fonte: Independent UK

Sobre o Autor

Equipe Brasil Run

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar o post

Newsletter

Publicidade