Você Sabia?

Descanso é tão importante quanto treinar. Entenda.

descanso
Foto: Freepik

Chegar onde se quer não é um caminho curto e fácil. Nosso corpo é um organismo complexo e dependemos de muitos fatores diferentes para alcançar a marca desejada. Quando temos um objetivo grande, treinamos intensamente, mudamos nossa alimentação e devemos buscar nosso melhor desempenho geral, mental e físico. Mas e o descanso? Você lembra dele?

Com essa rotina acelerada, esse ponto crucial na vida esportiva pode ser deixado de lado. Ao esquecer do descanso, o corredor entra em uma zona perigosa e passa a conviver com um risco maior de lesões, um pesadelo para quem busca seguir no esporte.

Especialistas listaram cinco sinais clássicos de cansaço
por sobrecarga para o site Sua Corrida. Veja abaixo:

  • Mudanças no temperamento

A endorfina é uma das substâncias liberadas no cérebro durante os exercícios físicos. Ela previne o estresse diário, mas vem acompanhada de cortisol, que causa irritação e ansiedade. É muito comum que os níveis de cortisol se mantenham altos quando o corpo está saturado fisicamente, mudando o humor da pessoa.

  • Frequência cardíaca alterada

Essa é uma maneira rápida e objetiva de saber se o seu corpo está cansado. A melhor hora para medir a pulsação é pela manhã, logo depois de acordar. Uma frequência muito maior ou muito menor do que o normal pode ser um indicador de que seu corpo está pedindo o descanso. Para descobrir a sua frequência normal é interessante medir a pulsação durante dias de esforço leve e achar uma média que faça sentido.

  • Escurecimento da urina

Urina escura é um forte indicador de que o seu corpo está desidratado. A água desempenha funções fundamentais e a falta dela pode prejudicar o exercício em diversos aspectos. É importante lembrar que não adianta tentar recuperar a hidratação apenas durante o exercício. O corpo precisa de cerca de 45 minutos para retomar as funções prejudicadas pela falta de água.

  • Falta de apetite

Notar uma diminuição na vontade de comer pode parecer algo inofensivo. Apesar disso, é outro sinal de que você está passando por um período de cansaço e precisa se recuperar. Um corpo cansado pode liberar hormônios que inibem o apetite e agravam uma situação já perigosa para o atleta.

  • Dificuldade para dormir

A insônia é outro item que deixa claro que algo não está normal no seu corpo. Ter uma rotina de treinos forte e encontrar problemas para descansar é uma situação que deve ser encarada com preocupação. O sono gera hormônios de crescimento, que são essenciais para reconstruir fibras musculares. Noites ruins de sono diminuem a sua recuperação e aumentam o risco de lesões.

O melhor jeito de ter uma boa rotina de treinos e de alimentação é com ajuda profissional. E saiba: não existe um tempo específico para se descansar e voltar a treinar. Tudo depende muito da avaliação do seu treinador e do quanto conhece de fato o seu corpo.

Fonte: Sua Corrida

Curtiu? Então leia aqui também sobre como a forma como pensa sobre seus objetivos de corrida pode te sabotar!

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar o post

Newsletter

Publicidade