Você Sabia?

Sua resistência lá em cima em alguns passos.

resistência
Foto: Freepik

Ter resistência sólida é uma coisa boa, não importa como você a consiga. Seja em atividades diárias comuns, seja na academia ou durante uma prova. Ser capaz de usar o máximo da sua pilha interna pode ter um resultado total no corpo – e os resultados de seu trabalho duro podem ser benéficos por mais tempo do que você poderia esperar.

Pesquisas mostram que o treinamento de resistência pode levar a um processo de envelhecimento mais saudável, em comparação com aqueles que confiam apenas no treinamento por si só. Uma nota rápida antes de mergulhar mais profundamente: a resistência refere-se a quanto tempo uma pessoa consegue realizar uma atividade na sua capacidade máxima.

Mas saiba que você não pode simplesmente desenvolver uma super resistência durante a noite. Não importa se você é um cara que adora um fim de semana prolongado ou se espera simplesmente ficar no seu treino por mais tempo do que na semana passada, use essas estratégias apoiadas por especialistas para permanecer na resistência máxima por muito tempo.

Domine os conceitos básicos do seu movimento

Quando você está constantemente focado em ir mais longe, é fácil negligenciar as fundações para o movimento adequado. O que você pode não perceber é que na maioria das vezes nos estágios finais de corridas ou treinos, a técnica acaba sendo deixada de lado. E quando você tem uma mecânica ruim, você se torna menos eficiente.

Quando você já está cansado, use uma técnica melhor para ajudá-lo a superar as dificuldades. Isso significa que você deve praticar a forma perfeita e eficiente em todos os seus esforços, desde fazer o agachamento perfeito até correr com o mínimo de movimento perdido possível.

Enfrente um treino HIIT

Parece contra-intuitivo, certo? O fato é que o treino rápido pode ter retorno a longo prazo. Uma sessão curta de HIIT de 20 minutos pode ser duas vezes mais eficaz do que andar de bicicleta ou correr na construção de sua resistência, de acordo com um estudo publicado no American Journal of Physiology.

Use sua recuperação para sua vantagem

Talvez você seja um corredor tentando maximizar a capacidade aeróbica. Talvez você seja um fã de levantamento de peso que quer aumentar a resistência muscular, para que você possa distribuir ainda mais repetições ao seu peso. Não importa quem você seja, se não estiver aproveitando sua recuperação, você está fazendo errado.

Você quer criar um nível de fadiga no músculo e, em seguida, ativamente limpar essa fadiga em um movimento semelhante. Em vez de fazer um sprint de cem metros e sentar e não fazer nada, repita isso cinco vezes, mantenha-o em movimento. Corra cem metros, então se recupere ativamente com uma corrida de 300 metros. Faça isso cinco vezes, com nenhum descanso passivo. Então, como é isso para um viciado em treinamento de resistência que nunca quer correr? Pense no supino em barra seguida de uma prensa atrás do pescoço com um cano de PVC. Um conjunto de flexões seguidas por viradas nas costas e pressionar o mesmo PVC. Pode não parecer que você está fazendo muito, mas de acordo com os especialistas, é muito melhor do que nada.

É um elemento de alta intensidade em uma recuperação de baixa intensidade, a recuperação parada é que está prejudicando a maioria dos atletas.

Misture seu treino

Além do fato de que fazer a mesma coisa o tempo todo pode ser um empecilho total, mudar a maneira como você treina pode se prestar a ganhos de resistência. Especialistas sugerem que você inclua diferentes tipos de corrida (sprints e inclinação em vez de quilômetros em regime permanente) para obter o maior retorno possível. Esses tipos de corridas e treinos são um desafio e uma maneira muito fácil de ganhar força essencial sem pisar em uma academia e além disso, ajudará seu equilíbrio.

Prepare-se para pular

É hora de decolar. A incorporação de exercícios pliométricos regulares – ou exercícios explosivos que usam o reflexo de alongamento dos músculos para aumentar o poder – é uma maneira infalível de aumentar a resistência. Um estudo de corredores de endurance que introduziu o treinamento pliométrico em suas rotinas descobriu que eles gastaram muito menos energia durante suas corridas do que aqueles que usaram o treinamento com pesos. Comece com esses movimentos plyo para um treino mais atlético.

Fonte: Men’s Health

Curtiu? Então leia aqui também sobre como o descanso pode ser importante para a melhora da sua corrida.

Conhece a Brasil Run Store? Entre no site e tenha acesso as melhores marcas nacionais e internacionais de suplementos e alimentos funcionais!

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar o post

Newsletter

Publicidade