Cum sociis Theme natoque penatibus et magnis dis parturie montes, nascetur ridiculus mus. Curabitur ullamcorper id ultricies nisi.

1-677-124-44227 184 Main Collins Street, West Victoria 8007 Mon - Sat 8.00 - 18.00, Sunday CLOSED
Follow Us

Envelhecer. Como é a vida do de quem corre depois dos 50?

envelhecer

Muitas pessoas dizem que você não deve se exercitar com tanto esforço, e que envelhecer significa que você deve desacelerar, e exagerar de fato é ruim para qualquer pessoa, seja qual for a idade.

Mas tenha certeza, que você pode e deve permanecer ativo nos seus 50, 60, 70. Vamos descobrir aqui nesse artigo como a corrida afeta nosso corpo à medida que envelhecemos.

Envelhecer

envelhecer

Aos 50 anos, a maioria das pessoas precisa de óculos de leitura à medida que as lentes dos olhos se tornam menos flexíveis, prejudicando a capacidade de se concentrar em qualquer coisa de perto.

No caso das mulheres, alterações ocorrem no ciclo menstrual antes que ele acabe, o tempo de sono basicamente se torna mais curto e a qualidade dele diminui, portanto, é comum acordar durante a noite.

Os minerais ósseos também são perdidos, por exemplo, resultando em fragilidade dos ossos. A taxa metabólica basal diminui, geralmente resultando em ganho de peso, principalmente gordura abdominal, por exemplo.

Além disso, aumentam as chances de contrair doenças como, artrite, hipotireoidismo, diabetes tipo 2, pressão alta, câncer, doença coronariana, doença de Alzheimer, doença de Parkinson e demência.

Em outras palavras, como atleta a seguir o rumo natural, ao envelhecer você ainda está enfrentando alguns marcadores de envelhecimento, mas com um subconjunto menor de sintomas.

Pesquisas em fisiologia do exercício descobriram que você pode esperar certas mudanças que diminuem o desempenho com o avanço da idade. Os sintomas do envelhecimento que preocupam os atletas incluem:

 A capacidade aeróbica.
 Frequência cardíaca máxima é reduzida.
 O volume de sangue bombeado a cada batimento cardíaco diminui.
 As fibras musculares são perdidas, resultando em diminuição da
massa muscular e menos força.
 As enzimas aeróbicas nos músculos tornam-se menos eficazes e
abundantes.
 O volume de sangue é reduzido.

O atleta mais velho

O exercício mantém você saudável, e muito mais jovem do que o normal. Ele não precisa ser intenso para promover sua saúde e permitir que você tenha qualidade de vida à medida que envelhece.

Em outras palavras, o exercício, independentemente da intensidade, é um remédio poderoso quando se trata de saúde. Se a sua razão para se exercitar é viver uma vida longa, e você realmente não se importa com a rapidez esse é o caminho a percorrer.

O exercício, portanto, desempenha um papel importante na desaceleração do envelhecimento. Um estilo de vida vigoroso, por exemplo, com atividades extenuantes, tem uma poderosa influência na fisiologia, e tem o poder de manter a velhice e o fraco desempenho, afastados. Envelhever com saúde e disposição é possível e muito simples. Faça o teste!

Curtiu? Então leia aqui também sobre o quanto você precisa correr para viver mais.