Muitos corredores, principalmente os iniciantes, ainda tem algumas dúvidas sobre o que é cadência na corrida. Então, vamos falar de maneira mais clara para que não fique mais nenhum ponto de interrogação na sua mente.

O que é, como ela pode ser medida, e como ela pode ajudar os corredores? Pegue papel e caneta (se for um corredor mais old school) para anotar tudo o que será dito aqui.

O que é?

Vamos começar do começo. A cadência nada mais é, do que a quantidade de passos medidos por minuto.

Para entender ainda melhor, a medida é realizada através de quantas vezes os pés do atleta irão tocar no chão em 1 minuto de corrida.

Como o corredor consegue medir?

cadência

O corredor pode usar dois meios para medir a cadência, um deles é pelo GPS e o outro meio é pelo relógio comum. O critério, fica a escolha do atleta. Mas veja abaixo uma maneira mais simples ainda de entender como essa medida pode ser realizada.

1º Passo: Conte exatamente por 1 minuto, quantas vezes seu pé direito tocou o chão;

2º Passo: Multiplique o resultado que foi encontrado pelo número 2;

3º Passo: O resultado encontrado será exatamente sua cadência de corrida.

Como pode ajudar ao corredor?

Em que afinal a candência pode ajudar ao corredor, e quais os benefícios? Bom, quanto mais informação você tem sobre como seu corpo se movimenta durante a corrida, mais tem a possibilidade de melhorar seus movimentos, controlando a aterrissagem, proporcionando então uma corrida mais eficiente.

E essa eficiência se traduz em uma melhor absorção de impacto e a menor sobrecarga sobre as articulações dos joelhos, e também do quadril. Especialistas apontam que aumentar a cadência da corrida, é uma boa estratégia para diminuir o impacto.

A cadência ideal para o corredor, é algo específico definido pelas suas características. A média entre atletas dessa modalidade gira em torno de 180 passos por minutos, mas isso não é uma regra.

O mais importante para o corredor é trocar as passadas mais rápidas de forma que a corrida fique em sua zona de conforto com o seu pé aterrissando próximo ao seu tronco, sem ir muito para frente para não prejudicar sua performance.

Consulte seu treinador e peça mais orientações durante seus treinos, para chegar cada vez mais perto dos seus objetivos!