Conecte-se!

Dicas de Saúde

Lesão na coxa. Como identificar e tratar.

Publicidade

Tensões musculares, tração ou ruptura muscular geralmente ocorrem quando um músculo é esticado além do seu limite, e o tecido muscular se rasga durante uma atividade, como correr ou até mesmo chutar uma bola. Mas você saberia identificar uma lesão na coxa?

Lesões assim ocorrem frequentemente perto do ponto em que o músculo se junta ao tecido conjuntivo fibroso e resistente do tendão. Uma lesão semelhante ocorre se houver também um golpe direto no músculo.

As lesões musculares da coxa podem ser bastante dolorosas, isso porque a coxa possui três conjuntos de músculos que são:  

  1. Os músculos isquiotibiais na parte de trás da coxa;
  2. Os músculos quadríceps na frente;
  3. Os músculos adutores no interior.

Sinais e sintomas de lesão muscular na coxa.

Publicidade

Existem alguns sintomas comuns de lesão muscular na coxa, e com esses sintomas fica mais fácil identificar o problema, como: 

  • Sensação de estalar quando o músculo rasga;
  • Dor súbita e intensa;
  • A área lesada pode ser sensível ao toque, com hematomas visíveis se os vasos sanguíneos também estiverem quebrados.

Grau 1

Uma tensão na coxa grau 1, os sinais podem não estar presentes até depois que a atividade terminar. Pode haver uma sensação de câimbra ou aperto na coxa, além de uma leve sensação de dor quando os músculos estão esticados ou contraídos.

Grau 2

Publicidade

A lesão na coxa de grau 2, traz dor imediata, mais intensa que a dor de uma lesão de grau 1 e isso produz dor ao caminhar. Isso é confirmado pela dor no alongamento e contração do músculo. A lesão na coxa grau 2 costuma ser dolorida ao toque.

Grau 3

O grau 3 é uma ruptura completa de um músculo, e é uma lesão grave, deixando o atleta incapaz de caminhar sem dor. Após alguns dias com lesões de grau 2 e 3, um grande hematoma aparecerá abaixo do local da lesão, causado por sangramento nos tecidos.

Tratamento para lesão na coxa.

  • O descanso aliviará a pressão da articulação e aliviará ligeiramente a dor. Evite atividades que agravem o problema.
  • A aplicação de gelo na área afetada pode ajudar a reduzir a inflamação e a dor. Tente aplicar gelo por 10 a 15 minutos, uma ou duas vezes por dia.
  • A compressão evita o inchaço adicional, então envolva levemente a área lesionada em um curativo macio ou bandagem.
  • A elevação minimiza o inchaço. Levante a perna mais alto que o seu coração.
  • O seu médico pode recomendar um medicamento anti-inflamatório, como o ibuprofeno, para alívio da dor.

Cuide sempre de sua saúde, e boa prova!

Publicidade

Curtiu? Então leia aqui também sobre como cuidar de uma torção no tornozelo durante uma prova.

Junte-se ao grupo de corredores que mais cresce no Brasil!

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

síndrome da banda iliotibial síndrome da banda iliotibial

Síndrome da banda iliotibial. Entenda mais sobre o problema.

Dicas de Saúde

viciado em corrida viciado em corrida

Viciado em corrida? Descubra se está exagerando na dose.

Você Sabia?

café da manhã café da manhã

Café da manhã. Receitas para turbinar seu dia.

Comer Bem

caminhar pode causar lesões caminhar pode causar lesões

Caminhar pode causar lesões? Conheça as mais comuns.

Treinamento

Publicidade
Publicidade
Junte-se ao grupo de corredores que mais cresce no Brasil!

Conecte-se #BrasilRun
Junte-se ao grupo de corredores que mais cresce no Brasil!