BRASILRUN-LOGO-MOBILE

Grávidas corredoras podem seguir correndo?

Grávidas corredoras podem seguir correndo?

O QUE VOCÊ ENCONTRARÁ NESTA PÁGINA

Clique na publicidade que especialmente recomendamos e apoie nosso blog. Obrigado!

Muito se fala sobre a prática de atividades físicas para grávidas, sobre ser o melhor ou não nessa fase da vida da mulher, e é o que vamos ver aqui, ao longo desse artigo. Acompanhe!

A primeira coisa a se dizer sobre o tema, é que a prática de atividades físicas por gestantes é altamente recomendada. E a corrida está entre os esportes que podem ser praticados pelas futuras mamães.

De acordo com profissionais do ramo, a prática regular de exercícios colabora para:
– Reduzir as dores lombares;
– Melhora da constipação intestinal;
– Diminuição do risco de diabetes gestacional, pré-eclâmpsia e parto
cesárea;
– Promove o ganho de peso saudável durante a gravidez;
– Melhora o condicionamento físico geral;
– Fortalece o coração e os vasos sanguíneos;
– Ajudar a perder o peso adicional depois que o bebê nasce.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE




Matérias Relacionadas

É um consenso entre os profissionais da área médica e da educação física de que todas as mulheres grávidas podem, e devem praticar atividades físicas.

E que aquelas antes sedentárias, devem começar lentamente, até tornar essa prática comum. Mas tudo precisa ser avalizado por profissionais, que tenham condições de calcular os benefícios e os riscos da atividade durante a gestação.

PUBLICIDADE



Mulheres grávidas podem praticar atividade física, incluindo a corrida, desde que tenha liberação médica e acompanhamento de um profissional de educação física. Vamos ver mais sobre o assunto, a seguir.

Cuidados e riscos da corrida para grávidas.

grávidas

Não é porque a corrida é indicada para grávidas que as gestantes podem sair correndo por aí, sem preocupações, a prática do exercício deve ser interrompida quando notar sintomas diferentes, em especial, tonturas e dor de cabeça.

Além disso, a grávida deve sempre monitorar a frequência cardíaca durante o treino e evitar as atividades em ambientes quentes e úmidos. A corrida pode ser prejudicial quando a frequência cardíaca da mãe se mantém muito elevada.

No último trimestre da gravidez, a corrida não é indicada, já que o volume abdominal pode aumentar o risco de queda. Em outros casos, algumas grávidas têm complicações, o que impossibilita a realização de qualquer tipo de esforço.

Correr grávida também cansa um pouco mais, daí a importância de diminuir o ritmo. A alimentação também precisa ser observada já que, normalmente, as corridas são realizadas muito cedo, horário em que ocorrem alguns enjoos.

A corrida gera um bem-estar muito grande, só que é preciso se conhecer bem e respeitar os limites do corpo, para que tudo seja perfeito para a futura mamãe e seu bebe.

Curtiu? Então leia aqui também sobre como voltar para a corrida depois de ter filhos.

AINDA NÃO É O FIM DA LINHA. SIGA EM FRENTE.

Não pare aqui

HÁ MAIS PARA EXPLORAR

cbd
Dicas de Saúde

O que é o CBD e como seu uso pode ajudar?

CBD é uma substância química presente na Cannabis, conhecida popularmente como maconha. A diferença é que, o CBD não possui THC, substância alucinógena presente nos

Juntos somamos milhares de atletas. inspire-se.

#brasilrun

QUER AJUDA?

Você pode navegar pelo nosso menu ou usar esta barra de pesquisa:

Não Vai Acontecer Em Um Dia

NÃO DESISTA SEM TENTAR